Volkswagen recolhe mais de 110.000 veículos híbridos devido ao risco de incêndio

A Volkswagen está fazendo o recall de mais de 110.000 carros híbridos plug-in, principalmente na Europa. A causa ? Uma falha potencial em um fusível. Diante do risco de incêndio da bateria, o fabricante prefere jogar pelo seguro.

Recall de incêndio da Volkswagen
Créditos: Volkswagen

Enquanto acabamos de dar nossas primeiras impressões do ID. Buzz, o primeiro combi elétrico da Volkswagen, a marca alemã acaba de fazer um anúncio perturbador. Com efeito, fabricante está fazendo recall de 118.000 carros híbridos plug-inprincipalmente na Europa.

Segundo um porta-voz da empresa, estes veículos apresentam um risco moderado de incêndio. A causa ? Um fusível potencialmente defeituoso na bateria, o que pode levar ao seu superaquecimento e causar um incêndio se o isolamento for insuficiente. “Durante extensos exames, a Volkswagen descobriu que um fusível no sistema de acionamento de certos veículos híbridos plug-in pode estar com defeito em alguns casos. Na pior das hipóteses, isso pode significar que este fusível não funciona corretamente em caso de oscilação de energia”, especifica o grupo automotivo em um comunicado à imprensa.

Para resolver o problema, a Volkswagen deve, portanto, efetuar determinadas reparações nos veículos em causa, nomeadamente instalação de material isolante na caixa de fusíveis bateria de alta tensão. Segundo ele, a operação não deve imobilizar o veículo dos clientes em questão por muito tempo. A marca também indicou que pretende notificar os clientes um a um para informá-los de uma vaga disponível para levar seu carro à garagem.

Volkswagen faz recall de 118 mil carros por risco de incêndio

Como mencionado acima, a maioria dos carros híbridos plug-in em questão circulam principalmente na Europa. Só na Alemanha, há nada menos que 26.000 carros potencialmente afetados por este danoentre os modelos Arteon, Golf, Passat e Tiguan, todos fabricados entre 2019 e 2022.

Observe, no entanto, que este recall também se refere a veículos de outras marcas pertencentes ao grupo Volkswagen. Este é particularmente o caso da Audi, que deve recolher 24.300 exemplares do Audi A3 e Q3 produzidos em 2021. Mesma observação na Skoda, que está devolvendo 22.000 modelos Octavia IV e Superb iV. Alguns veículos híbridos plug-in da marca Seat também são impactados, sem que tenhamos mais detalhes sobre os modelos exatos no momento.

Como lembrete, a Tesla acorrentou recalls nos últimos meses. Em fevereiro de 2022, a marca americana realizou um recall massivo de 579.000 carros devido a uma opção que colocava os pedestres em risco. Alguns dias antes, o fabricante já havia recolhido 26.000 carros por um problema de degelo.

Fonte: Relatório de carros elétricos

Leave a Comment